Splatterhouse [PS3, X360]


Splatter House, apesar de ser um jogo muito sangrento, desde o primeiro, não me decepcionou nem um pouco. Sua jogabilidade é incrivelmente boa e sua história extremamente criativa!
Os monstros que aparecem no decorrer do jogo, são quase que em sua totalidade diferentes dos personagens antigos, porém, os inimigos mais marcantes da série foram preservados.

Ta aí um exemplo!

A história é a mesma, Jane é capturada pelo maníaco que criou todos os monstros, então Rick, quase morto, sangrando no chão, faz um pacto com a máscara mágica da seguinte forma:
"Rick, você precisa de mim, e eu de você, vamos fazer um trato, você me ajuda com o que eu quero, que eu  te ajudo a resgatar a sua vadiazinha".

Acredite ou não, a máscara foi dotada de um vocabulário intrigante, hehehehe...

Splatterhouse Picture
Obrigado mais uma vez IGN

Me impressionei bastante com os bichos e com as coisas macabras que podemos fazer com eles. Que tal arrancar bracinhos e usar esta parte do corpo como clava a fim de bater nos outros? Não é uma loucura!?

Rick, por sua vez, diz fazer tudo isso para salvar sua amada, porém, ele começa a enlouquecer, não por causa dos puzzles, que são fáceis, mas pela carnificina em que acabou se envolvendo.

Ele enfrenta vários inimigos diferentes e demonstra prazer e entusiasmo a cada adversário esquartejado! Então já sabem, se um véio maníaco pegar a sua namorada, faça um pacto com uma máscara asteca kkk!

Splatterhouse Picture
Sangue e carnificina

O antagonista, não me lembro muito bem se ele é o mesmo dos outros Splatters, capturou Jen porque ela se parecia muito com sua antiga esposa (na verdade Jen é a reencarnação da mulher do vilão). Por sua vez, o antepassado de Rick, com a mesma máscara, salvou Lenora.

O mais engraçado é que a gente só começa a entender a história no meio do jogo, onde várias coisas acontecem, mas eu, como em todos os outros reviews, quero deixar isso por conta de vocês, porque senão não teria graça jogar, vocês já saberiam o fim.


Finalmente vale destacar que toda a série, desde a versão Arcade aos episódios de Mega Drive, são destrancáveis à medida com que você vai progredindo na partida.

Obrigado pelo espaço,
Espero que tenham gostado

Goomba
Share on Google Plus

About Goomba

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

3 comentários:

  1. Splatterhouse do arcade foi bem marcante na minha infância, cagava de medo a noite quando jogava ele sozinho. Lembro que esse foi primeiro jogo a receber censura: "Não recomendável à menores de 18 anos."

    ResponderExcluir
  2. Corte rápido é Tramontina, kkkkkkkkkkkkk!

    ResponderExcluir
  3. @Juliano hehehehehe, ao contrário de me dar medo, deu diversão...

    Goomba

    ResponderExcluir